Viajar: a arte de parar de adiar a vida

Quantos dias você irá perder até entender que esses dias perdidos também fazem parte da sua vida? Chegou a hora de parar de adiar seus sonhos.


2840beb6344e4d67355b4f821ff1b665

Gabriela

Jan 29, 2019

I believe that if the world can change us, we can change the world. I quit my job to start make the impossible be possible. Let's start little revo...

Até quando você vai adiar seus sonhos?

Minha mãe sempre me fala que a melhor comida do prato a gente tem que comer primeiro, pois vai que a casa cai e a gente morre sem ter tido a oportunidade de usufruir?

Eu nunca entendi essa frase dela. Eu sempre deixava o melhor docinho da festinha da escola pra comer por último, ou separava os morangos da salada de fruta pra comer no final.

Essa procrastinação foi crescendo e se aprimorando ao longo dos anos. Estudar só em véspera de prova, me inscrever para seleções de trabalho só na data limite, adiar idas ao médico... essa lista continua e aumenta (aposto que você tem vários exemplos também).

Eu sempre estava disposta a  postergar meus projetos e sonhos para um futuro que nunca chegava.

Quando meu avô estava com câncer internado no hospital, eu deixei para visita-lo na sexta. Na quarta ele veio a falecer. Até hoje me pergunto o que ele teria a me falar, nunca irei saber.

Após esse estalo, e outros mais que a vida insistiu em me dar, eu compreendi o que minha mãe queria dizer com começar a refeição comendo o melhor do prato: a gente não deve nunca adiar viver nossa vida.

Comecei a viajar com a Worldpackers. A cada dia na minha viagem eu fazia um novo amigo, vivíamos as melhores histórias e em 5 dias já eramos amigos de infância, porém a cada novo dia, meu melhor amigo ia embora e lá ia eu me despedir de novo. 

Com essa rotina de idas e vindas você entende como tudo é passageiro.

Acontece que quando viajamos nossa noção de tempo fica clara:  muito curto e bastante intenso. Conhecemos pessoas e diversos lugares que sabemos que nunca iremos  ver de novo, ou que se formos, não sabemos quando será!

Com essa pressão do relógio mochileiro, não deixamos nada passar, são comuns frases como "você é incrível", "te considero bastante", "queria ter te conhecido antes", "nunca contei isso pra ninguém mas tou te contando agora", "vamos criar um hostel?", "essa cidade é nossa agora" ou "te encontro na próxima viagem!".

Quando estamos na estrada, funcionamos com a ideia que tudo o que temos é o espaço entre um check-in e check-out, ou de um desembarque e embarque. Que aquelas palavras amorosas não podem ser guardadas para serem ditas depois, que aquela foto não pode ser tirada no outro dia (vai que amanhece chovendo?), que aquele passeio não pode ser adiado pois possa ser que você não tenha mais tempo de faze-lo. 

A verdade é que somos programados a achar que somos eternos, a nossa rotina nos obriga a achar que sempre haverá o amanhã, a próxima semana, a próxima oportunidade. 

Temos fome do futuro e nos apegamos tanto a ele que não admitimos perdê-lo, sem perceber vamos deixando o presente escorrer por nossas mãos. A gente não consegue desapegar (material e emocional) de nada, porque afinal, temos todo o tempo do mundo em nossa bolha imaginaria da eternidade.

Cuidado que um dia ela estoura.

Estou nesse exato momento, escrevendo esse texto na rodoviária de Punta Del Este, acabo de dar tchau para mais uma grande amiga que conheci semana retrasada mas já faz parte da minha história.

É viajando que se aprende a bela arte de ser passageiro

Aprendemos a praticar o total desapego emocional: é deixar as coisas irem, saber que tudo sempre tem fim. É viver intensamente nossas histórias e celebrar quando elas terminam por saber que aconteceram. Afinal, sabemos que nossas viagens têm data de validade.

Assim como nossas viagens, as nossas vidas, amigos e famílias também têm data de validade. Somos passageiros e cabe a nós usufruir ao máximo do que essa grande viagem chamada vida tem a nos oferecer.

E ai, vai adiar teu sonho de novo?!

A gente se encontra na próxima parada? Pois aqui é proibido estacionar!

Para uma viagem tranquila, seja ela curta ou mais longa, é fundamental tem um bom planejamento. A Worldpackers, além de oferecer oportunidades de voluntariado, também tem um eBook sobre como fazer um planejamento financeiro para sua viagem que com certeza vai te ajudar muito com os gastos.

 


2840beb6344e4d67355b4f821ff1b665

Gabriela

Jan 29, 2019

I believe that if the world can change us, we can change the world. I quit my job to start make the impossible be possible. Let's start little revo...


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor