Consumo responsável: Como reduzir nossos impactos como viajantes?

Aprender a consumir de forma consciente é essencial para uma viagem mais sustentável. Conheça mais sobre consumo responsável e aplique essa ideia nas suas viagens!

8min

Consumo Responsável

O consumo desenfreado de recursos naturais e bens de consumo causa muito impacto no planeta e na sociedade. Nas últimas décadas o aumento de fluxo em alguns lugares associado com o aumento de um turismo sem planejamento também começou a causar danos nas cidades.

Quando viajamos muitas vezes não pensamos nos impactos socioambientais que causamos. Além da quantidade de carbono produzido no deslocamento, algumas cidades não estão preparadas com o básico para a própria população local como um saneamento básico e um tratamento de esgoto para não poluir o mar, imagina receber uma quantidade massiva de turistas? Que além de tudo produzem lixo!

turismo em massa é muito nocivo para pequenas cidades e para a sua população, não só pelo aumento do número de pessoas em um destino, mas pelos impactos ecológicos, sociais, econômicos ou políticos no destino.

Outro problema de um turismo massivo causado na população local está na especulação imobiliária e aumento do preço de aluguel e custo de vida nos bairros movimentados pelo turismo. 

Isso acontece porque os preços de alimentação e moradia se baseiam nos turistas que têm dinheiro e vão passar férias no local, já os moradores que não têm um aumento de salário com o turismo, gastam mais pelos mesmos serviços, perdem qualidade de vida e poder de compra.

A forma como consumimos na viagem e relacionar a viagem em si como um bem de consumo tem muito impacto no mundo e pode ser feito de forma diferente, mais consciente e trazendo menos impactos negativos e muito aprendizado. Viajar não é só consumir, viajar é aprender, se relacionar, se reconstruir.

Então, que tal se relacionar com a viagem de forma mais responsável e solidária repensando nossas ações e praticando um consumo mais responsável?

Você pode se interessar: Como um mochilão pode restaurar sua fé na humanidade


consumo responsável de água

Como construir relações de consumo responsável?

O consumo responsável, ou consumo consciente, é o oposto do consumismo. O consumismo é o consumo exagerado e de forma inconsequente, muitas vezes de roupas e acessórios, mas também diz respeito aos bens naturais como água, alimentos e até energia. Consumir não afeta só uma pessoa isolada, mas toda a sociedade e o meio ambiente também.

Já quando passamos do estágio de consumistas para o consumo responsável, como o nome já diz, é quando tomamos consciência da maneira que consumimos, usar o necessário, sem consumir mais do que necessita e utilizando os recursos de forma que o impacto ambiental e social seja o menor possível.

O consumidor consciente planeja seu consumo para comprar apenas o necessário, preferindo bens duráveis e resistentes. O consumo de energia e água de maneira responsável também é muito importante. O maior desperdício de água acontece por causa das indústrias, mas cada um também pode fazer a sua parte diminuindo o tempo no banho e usando o mínimo de água possível para escovar os dentes.

No caso do consumo consciente de energia uma forma de causar menos impactos no meio ambiente é substituir a energia elétrica por uma energia renovável, como a energia solar. 

O papel do voluntariado no desenvolvimento do consumo responsável

Aprender na teoria é fácil, mas durante uma viagem de voluntariado, principalmente quando nos permitimos viver em projetos ecológicos, podemos colocar em prática nossos aprendizados e aprender várias formas de viajar e práticas sustentáveis, além de poder ganhar habilidades novas como aprender a fazer os próprios cosméticos ou algo sobre bioconstrução e energia solar. Esses e outros costumes que nos fazem repensar o consumo para uma maneira mais responsável.

Veja mais sobre o assunto: 12 coisas que você ganha ao conciliar turismo e voluntariado e descubra O que é staycation: viva experiências de turismo perto de sua casa

O turismo sustentável no Brasil é bem forte de Norte a Sul. Pautado nos pilares definidos pelo Conselho Global pelo Turismo Sustentável (GSTC) de reduzir os impactos socioeconômicos, culturais, ambientais e investir em uma administração responsável, existem muitas oportunidades de voluntariado para aprender sobre consumo responsável e vivenciar experiências mais sustentáveis.

Durante o voluntariado ecológico, a dica é se abrir ao máximo a imersão e repensar todas as suas ações diárias relacionadas ao consumo. Pergunte sobre o impacto do seu sabonete ou outros produtos de higiene na natureza e para a água, sobre a história e vida das pessoas locais, tradições ou hábitos da comunidade e tente acrescentar algum dele na sua rotina.

Pergunte como funciona o sistema de abastecimento de água, tratamento de esgoto e coleta de lixo no local. Preste atenção em quantos litros diários de água você gasta seja para beber, cozinhar ou tomar banho e pense se é possível diminuir esse número, tomando banhos mais curtos, por exemplo.

O voluntariado pode te ajudar a aprender muito sobre consumo consciente, mas sem repensar os hábitos não vai adiantar nada! Aproveite as diferentes vagas de voluntariado em projetos ecológicos no Brasil e no mundo para contribuir com seu trabalho enquanto viaja e aprende mais e mais sobre maneiras responsáveis de consumo e cuidado ambiental!


o que é consumo consciente

Como começar com práticas de consumo responsável?

O consumo responsável está ligado à sustentabilidade, mas não necessariamente o consumo consciente é uma prática sustentável e ecológica. O consumo consciente ou responsável está em tudo, até nas pequenas coisas.

O consumo sustentável começa com o planejamento. Fazer uma lista de compras para os alimentos já pensando em receitas e quantidade pode evitar desperdícios e é uma forma de consumo consciente.

Se o consumo for de roupas e acessórios também é legal pensar na necessidade antes de ir às lojas e comprar de forma desenfreada. De qualquer forma, os brechós e lojas de segunda mão são uma opção para evitar o desperdício de roupas.

O uso de sacolas recicláveis durante as compras e escolher produtos que tenham refil também são formas de evitar o uso de embalagens e o desperdício de plástico. Caso o uso de plástico seja inevitável, reciclar ou reutilizar ao invés de descartar logo após o uso é uma possibilidade.

7 Dicas de consumo responsável em viagens

Todas as dicas do dia a dia podem ser aplicados em viagens, mas como quando estamos na estrada o nosso impacto pode ser maior ainda dependendo da forma com que nos relacionamos com o local. 

Podemos seguir algumas dicas extras que irão colaborar para um consumo responsável e um turismo consciente.

Confira 7 dicas para praticarmos o consumo responsável enquanto viajamos:

1. Atenção no destino e data de sua viagem

Viajar em baixa temporada, além de mais barato, evita grandes aglomerações em pontos turísticos e ajuda na economia de lugares que dependem do turismo e estão em uma fase com um menor fluxo de renda.

A escolha do destino também é essencial. Alguns destinos, como Veneza, Amsterdam, Rio de Janeiro, atraem o turismo em massa devem ser visitados com mais cuidado, talvez na calma de um voluntariado ou conhecendo moradores locais da região. De qualquer forma cidades desconhecidas guardam segredos, histórias e a verdadeira essência dos países.

Tendo atenção com a temporada em que visitamos um local e o quanto esse local é explorado pelo turismo, podemos rever nossas formas de lidar com a cidade e buscarmos formas mais sustentáveis de viajar para esses lugares. 

Também pode te interessar: Destinos gay-friendly e a importância do turismo LGBT no Brasil

2. Escolha uma hospedagem sustentável

Uma hospedagem local é melhor do que um resort ou um hotel de uma grande rede. Algumas empresas têm certificados de sustentabilidade e podem ser uma boa ideia para sua viagem. Vale a pena perguntar na hospedagem sobre esses certificados.

Uma opção para tornar sua viagem mais sustentável e reduzir um pouco o impacto como turista é viajar através do voluntariado.

O volunturismo é a maneira perfeita de você viajar se conectando com a comunidade local, passando mais tempo nos lugares que visita e podendo colaborar com suas habilidades por onde passa.

Leia: Turismo voluntário: o que você precisa saber antes de postar


consumo responsável de energia

3. Pensar em uma forma sustentável de se deslocar

O deslocamento causa muito impacto pela quantidade de carbono que os meios de transportes emitem. Por isso, pensar em uma forma sustentável de se deslocar também é pensar em formas de consumo sustentável. 

Escolher se deslocar por transportes coletivos como trem e ônibus ou usar aplicativos de carona é uma ótima forma de diminuir o impacto causado pelo deslocamento. 

O avião é o meio de transporte mais nocivo para o meio ambiente e se possível, o melhor é evitá-lo. Já os cruzeiros, além de poluìram os mares, trazem grande aglomerações a lugares muitas vezes sem estrutura para tanta gente.

Bicicleta é o meio de transporte mais limpo, pois não precisa de combustível. Veleiros também usam a maior parte do tempo apenas o vento para se locomover, então também é considerado um meio de transporte sustentável. Como ambas as opções não são práticas, a melhor forma de se deslocar quando pensamos em emissão de carbono é o trem.

4.Comer e comprar da população local

Muitos estabelecimentos locais e típicos de uma cultura acabam perdendo espaço para grandes corporações como McDonald 's, Subway ou Pizza Hut. A melhor maneira de comer sem impactos na viagem e também um hábito de consumo responsável é escolher aquela taverna da cidade ou restaurantes de pequenos portes e administração local em geral.

O mesmo vale para a compra de comida, roupas e souvenirs prefira comprar em uma feira, venda local ou de uma marca local ao invés de uma grande empresa e produtos artesanais feitos à mão pela população do que coisas genéricas como um imã ou blusa que é igual em todas as lojas terceirizadas da cidade.

5. Cuidade do seu lixo

Cuidado com o seu lixo! Não deixe em hipótese nenhuma lixo na natureza ou no mar.

Tente produzir menos lixo repensando seu consumo e quando comprar algo descartável, tente sempre reciclar e levar a sua sacola reutilizável para as compras.

6. Economize recursos naturais

Lembra do consumo responsável de água e energia? Está valendo na viagem também! 

Busque tomar banhos curtos, não usar ar condicionado ou aquecedor de maneira desnecessaria e use a menor quantidade de luz possível.

7. Cuidado com a exploração de animais

Infelizmente muitos lugares ganham dinheiro em cima da exploração animal. Por isso, antes de subir em um camelo no deserto ou em um elefante na Tailândia, certifique como os animais são tratados e como o seu dinheiro está sendo investido nas atrações em que visita. 

A maioria dos animais sao mantidos em cativeiros e explorados. O mesmo, e principalmente, vale para shows aquáticos. 

Pesquisar para não contribuir para a crueldade com os animais é uma atitude responsável e consciente.

Você pode se interessar: Turismo acessível: o papel das viagens na democratização dos direitos


consumo responsável de recursos

Viajar pelo Brasil aprendendo sobre sustentabilidade e diferentes formas de turismo consciente é uma ótima forma de se readaptar a essa nova realidade de viagens que estamos vivendo.

Espero que vocês tenham aprendido um pouco mais sobre consumo responsável e a relação dele com as viagens e que esse post anime vocês a experimentarem uma experiência de voluntariado sustentável na sua próxima aventura com a Worldpackers. Leia mais sobre turismo consciente e voluntariado, veja também:



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor



Mais sobre esse tema