As 10 cidades mais baratas do mundo para se viver

10 das cidades mais baratas do mundo para se viver! Perfeito para nômades digitais e viajantes Worldpackers que procuram se estabelecer um pouco em um novo e lindo país.

9min

cidades mais baratas do mundo

À medida que a tecnologia avança e o mundo se torna mais interconectado, nunca foi tão fácil mudar-se para o exterior.

Muitas pessoas são capazes de trabalhar dos seus computadores, o que lhes permite tornarem-se mais independentes e flexíveis. Se você tem a possibilidade de gerar uma renda online, você pode se tornar um nômade digital e viver em qualquer lugar do mundo!

Para qualquer pessoa apaixonada por experimentar outras culturas, viajar sendo nômade digital permite que você viva em novos países e mergulhe de verdade em uma nova vida. Esta é uma maneira incrível de viver, e temos a sorte de ter esta oportunidade nos dias de hoje.

Se você está apenas começando como nômade digital, pode levar alguns anos de trabalho duro até que comece a ganhar muito dinheiro. Felizmente, há muitas cidades acessíveis em todo o mundo onde você pode viver a baixo custo.

Aqui estão listadas as 10 cidades mais baratas do mundo para se viver. Estas cidades estão repletas de cultura, história, entretenimento e muito mais. Você pode se estabelecer em qualquer uma destas cidades por alguns meses e aproveitar a vida em um novo país, sem gastar uma fortuna.

É claro que há muitas outras cidades baratas que não mencionei, mas estas 10 são excepcionalmente populares entre os viajantes.  Se você quer conhecer algumas das cidades mais baratas do Brasil, leia também: 

Das montanhas da Bolívia aos vinhedos de Portugal e às praias do Sudeste Asiático, aqui estão as 10 cidades mais baratas do mundo para se viver e trabalhar.

Coisas importantes a serem observadas

  • Vou apenas resumir brevemente cada cidade e o que ela oferece. Se você quiser se aprofundar sobre os custos de vida atuais, sugiro que faça alguma pesquisa!
  • Cada um vive de maneira diferente. Qualquer uma dessas cidades pode ser mais cara se você gosta de fazer compras, jantar fora, beber e se dar alguns mimos. Portanto, considere seu estilo de vida ao calcular quanto custará viver em um país diferente.
  • Considere sempre os custos e exigências ao pensar em viver no exterior. Dependendo da sua nacionalidade, você poderá permanecer em alguns países por 1 a 3 meses sem nenhum visto. Outros países são mais rigorosos. Portanto, não deixe de pesquisar a fundo os vistos para qualquer país no qual você gostaria de morar.
  • Se você não é nômade digital, mas quer viver no exterior a baixo custo, considere fazer um intercâmbio de trabalho através da Worldpackers! Você pode trabalhar para uma empresa, organização ou família em troca de acomodação. Isto reduzirá ainda mais seus custos de vida e você poderá viver entre os habitantes locais e outros viajantes. Para cada cidade, incluirei um intercâmbio popular de trabalho da Worldpackers que qualquer pessoa pode se candidatar!
  • Estas cidades não estão listadas em nenhuma ordem em particular.

As 10 cidades mais baratas do mundo para se viver



1. Hanói, Vietnã

O Vietnã é um dos países mais baratos do Sudeste Asiático. Sua capital, Hanói, é o lugar perfeito para viver e trabalhar no exterior com um orçamento apertado.

Esta cidade multicultural e histórica é conhecida por sua arquitetura, comida de rua, vida noturna e vasta história. Hanói existe há séculos, e sua influência chinesa, francesa e russa são tangíveis ainda hoje.

Hanói é um excelente lugar para se viver se você quiser conhecer novas pessoas, experimentar uma cultura rica, explorar a beleza natural do Vietnã e, é claro, economizar dinheiro.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Hanói: viver e trabalhar com estudantes em casas de família em troca de refeições e acomodações gratuitas.

2. Quito, Equador



A capital do Equador é um lugar incrível para se viver a baixo custo. A cidade é movimentada e excitante. As ruas têm aglomerações e estão cheias de vida. Para fugir da loucura, tudo o que você precisa é fazer uma viagem de um dia ao verde das montanhas vizinhas.

Quito também é uma grande porta de entrada para explorar mais o Equador. Você pode viver e trabalhar na cidade enquanto faz viagens de fim de semana para a Amazônia, a floresta, as terras altas, as praias, ou mesmo as Ilhas Galápagos.

O transporte público em Quito é super barato, um ônibus custa menos de um dólar. Viajar para uma região vizinha custa apenas alguns dólares.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Quito: trabalhar em web design, redação, fotografia e redes sociais neste hostel de alto nível.

3. Bangkok, Tailândia



Tailândia é um dos destinos turísticos mais populares do mundo. Sua capital, Bangkok, é uma das cidades mais baratas do mundo para se viver!

Bangkok é uma montanha-russa para os sentidos. Durante o dia você ficará deslumbrado com os templos budistas coloridos e o som dos tuk-tuks buzinando pelas ruas. À noite, você pode experimentar os concorridos mercados noturnos, os emocionantes jogos de boxe Muay Thai e o delicioso cheiro da comida tailandesa de rua.

No meio de tudo isso, você ficará maravilhado com o quão barato é viver em Bangkok. Um prato cheio de comida custa em torno de 1 dólar e um ingresso para um show de cabaré local ou uma luta de boxe custa em torno de 10 dólares. Entretenimento, comida, transporte e custo de vida são muito baixos em Bangkok!

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Bangkok: voluntariar como recepcionista ou assistente de bar em um bar de tapas na Cidade Velha de Bangkok.

4. Sofia, Bulgária



Bulgária é um destino europeu subestimado. Aninhado na Europa Oriental, este país está repleto de belezas naturais e uma história densa.

A capital de Sofia é um lugar encantador para se viver e trabalhar no exterior. Como o país não é tão turístico em comparação com outros lugares da Europa, os habitantes locais são muito acolhedores e simpáticos. Eles oferecem tours a pé gratuitos em Sofia, e outros tours baratos como os gastronômicos e de grafite.

As comidas nos restaurantes, bebidas nos bares, preço dos hostels e lojas de varejo, são todos muito baratos em Sofia. A RyanAir também oferece voos super baratos entre Sofia e outras grandes cidades europeias como Roma ou Londres.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Sofia: usar seus talentos artísticos para ajudar a pintar e decorar um hostel na cidade.

5. La Paz, Bolívia



A Bolívia é um dos países mais baratos da América do Sul, o que a torna um destino surpreendente para viver e trabalhar no exterior.

Você pode alugar um apartamento em La Paz por cerca de 500 ou 600 dólares por mês. Se você comer em restaurantes locais ao invés de comer nos pontos turísticos, você encontrará comidas e bebidas muito baratas.

Com o dinheiro que você economiza no custo de vida, você pode viajar pela Bolívia! Este país tem muitos pontos turísticos de tirar o fôlego, incluindo o Lago Titicaca, o Salar de Uyuni, e a descida de bicicleta North Yungas.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em La Paz: ajudar na jardinagem, aprender sobre permacultura e aproveitar a serenidade em uma Eco Village nos arredores de La Paz.

6. Cusco, Peru



Cusco é conhecida por ser uma porta de entrada para Machu Picchu. Muitos viajantes param nesta cidade montanhosa por alguns dias antes ou depois de visitar a famosa maravilha do mundo Inca.

Mas ficar em Cusco por alguns dias é uma ótima escolha para nômades digitais e viajantes que procuram viver no exterior.

Cusco é uma cidade descontraída, cercada por colinas e montanhas. Da deliciosa comida peruana, do colorido artesanato local e da excitante vida noturna, esta cidade é um lugar super divertido para se viver.

Você pode visitar as ruínas Incas em seus dias livres, e explorar pontos turísticos próximos no Peru, como o Rainbow Mountain ou o Maras Salt Flats.

Para viver a um custo acessível em Cusco, frequente os mercados locais para comer pratos bem servidos e baratos e vá a festas em um dos muitos bares de hostels onde acontecem happy hours e noites temáticas.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Cusco: trabalhar como bartender neste divertido e sociável hostel de festas no coração de Cusco.

7. Zagreb, Croácia



A Croácia é um país mediterrâneo lindo que está crescendo em popularidade. Muitas pessoas planejam uma viagem para as ilhas e cidades costeiras da Croácia para ir às ilhas e pegar um bronzeado.

Mas se você se aventurar no interior e no norte da Croácia, você encontrará Zagreb, a capital do país. Zagreb é incrivelmente charmosa, e é também um dos lugares mais baratos do mundo para se viver.

As cidades costeiras da Croácia são vistas como a Itália ou a Grécia, enquanto Zagreb é vista como uma verdadeira cidade do leste europeu. Tem uma arquitetura magnífica, museus interessantes, grandes praças públicas, restaurantes tradicionais e turísticos, mercados de rua locais acessíveis, e parques nacionais deslumbrantes nas proximidades.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers em Zagreb: usar suas habilidades nas redes sociais e website para ajudar este hostel a desenvolver sua presença online.

8. Porto, Portugal



Portugal é um dos países mais baratos da Europa Ocidental. A capital Lisboa está se tornando cada dia mais turística, por isso está ficando mais cara. Mas a cidade do Porto no norte ainda é muito acessível.

Porto é frequentemente esquecida pelos viajantes que querem visitar Lisboa e o Algarve no sul. Mas o norte de Portugal é deslumbrante. Está cheio de vinhedos e adegas, cidades tranquilas, catedrais azuis e cidades modernas e movimentadas.

O transporte público, o custo de vida, as comidas e bebidas em Portugal são todos bastante acessíveis.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpacker em Porto: aprender tudo sobre hospitalidade através da limpeza, jardinagem, cozinha e muito mais nesta aconchegante pousada.

9. Phnom Penh, Camboja[



Ao lado do Vietnã e da Tailândia, está o Camboja. Este país é mais famoso por seus antigos templos em Siem Reap, mas a capital de Phnom Penh é um destino de viagem para o Sudeste Asiático.

Phnom Penh é o centro cultural do Camboja. É um lugar conveniente para se viver, pois tem mais comodidades do que outras áreas do país. Também é barato e fácil de reservar passeios ou excursões fora da cidade para poder explorar o Camboja em seus dias livres.

Quanto ao custo de vida, é difícil vencer o Camboja. Você pode alugar um apartamento por 400 ou 500 dólares ao mês. Utilidades, comidas, bebidas, compras e tudo mais também é muito barato aqui.

O melhor intercâmbio de trabalho da worldpackers em Phnom Penh: trabalhar com uma ONG local fornecendo cuidados, apoio e lazer para crianças cambojanas.

10. Cidade do Cabo, África do Sul



A África é o lar de muitas cidades que são acessíveis para se viver. Uma das mais famosas é a Cidade do Cabo, África do Sul. Esta cidade vibrante e multicultural está cheia de natureza deslumbrante, monumentos históricos, pontos de referência coloridos e muito mais.

Uma das melhores coisas sobre a Cidade do Cabo é que muitas de suas melhores atrações podem ser desfrutadas de graça. Caminhadas na Table Mountain ou Lion’s Head, admirando as construções arco-íris do Bo-Kaap, nadar e surfar nas belas praias são alguns dos destaques da Cidade do Cabo.

Supermercados, chip de celular e aluguel de carros também são todos baratos. Você pode facilmente viver com conforto na Cidade do Cabo por muito menos dinheiro do que em outras cidades desenvolvidas.

O melhor intercâmbio de trabalho da Worldpackers na Cidade do Cabo: ajudar com as diversas tarefas neste hostel para mochileiros, incluindo recepção, administração, fotografia, barman e muito mais.

Você pode aproveitar todas as dicas e conhecer as cidades mais baratas do mundo com a Worldpackers, leia mais sobre viajar barato e comece à explorar o mundo: 



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor



Mais sobre esse tema