Intercâmbio depois dos 40: TOP 5 melhores destinos no Brasil

Conheça os melhores destinos para fazer um intercâmbio depois dos 40 dentro do Brasil e faça como eu, arrume as malas para seu voluntariado e pé na estrada!

7min

Intercâmbio depois dos 40

A vontade de viajar não tem idade. Conhecer novos lugares e ter mais histórias para compartilhar são experiências que fazem parte do sonho que muitas pessoas conservam ao longo do tempo. 

Imagina, então, juntar toda essa vontade com a sua maturidade e viajar o país por meio de um intercâmbio voluntário logo depois de completar 40 anos!

Minha experiência de intercâmbio depois dos 40

Antes de começar a me aplicar para as vagas, eu confesso que tive receio de não ser bem aceita por causa da idade. Mas em nenhuma situação isso foi um problema. Ao contrário, alguns anfitriões destacaram justamente a maturidade como um ponto positivo para algumas tarefas.

Então, se você tem o desejo de colocar o pé na estrada, não deixe que nada seja impedimento para realizar seus objetivos e viver este propósito. 

Fazer um intercâmbio depois dos 40, independente do destino, é a oportunidade perfeita para sair da zona de conforto e conhecer novas culturas! 


Intercambio voluntário 

A minha experiência de intercâmbio depois dos 40 começou quando descobri a possibilidade de viajar como voluntária pelo meu próprio país. Essa foi uma das principais formas de economizar um dinheiro viajando e viver experiências únicas na estrada!

Como meu trabalho é remoto, bastou encontrar oportunidades em que conseguisse conciliar as tarefas do local com a minha rotina e pronto.

Através do intercâmbio voluntário, dá para viajar para destinos badalados e inspiradores gastando quase nada, já que vai trocar suas habilidades por hospedagem, e até mesmo outros benefícios, em alguns casos. Combinação perfeita!

Continue lendo: Como conciliei estudo, voluntariados e viagens em um intercâmbio na Argentina

TOP 5 melhores destinos para um intercâmbio depois dos 40 no Brasil

Passei quase um ano pesquisando as melhores vagas de intercâmbio voluntário enquanto ainda não podia sair para viajar. Estas pesquisas foram essenciais para entender mais sobre o que eu esperava e o que poderia oferecer para cada anfitrião.

Isso porque não bastava encontrar o hostel ou a ecovila perfeita. A cidade também precisava falar ao meu coração. E assim acabei conhecendo os melhores destinos de intercâmbio depois dos 40, para pessoas que apesar de mais velhas, ainda têm energia para conhecer tudo o que um local pode oferecer!

Confira os melhores destinos de intercâmbio depois dos 40.

1. Ubatuba

Começar o mochilão por um dos destinos mais procurados do litoral paulista não parece ser o ponto de partida para quem busca sossego, certo? Errado!

Foi ali que fiz o meu primeiro voluntariado pela Worldpackers, em uma guest house que é o sinônimo de contemplação e conexão com a natureza. 

Apesar de estar no centro de Ubatuba, o local é um refúgio, com um jardim agroflorestal que faz a gente se sentir dentro de uma floresta tropical.

A cidade de Ubatuba tem praias incríveis e quase desertas, com acesso escondido e muita tranquilidade, como a Praia do Cedro ou a Fortaleza. Por isso, é sempre fundamental se aproximar dos moradores locais para ter as melhores dicas!

Se você pretende fazer um intercâmbio voluntário em Ubatuba, a cidade é uma ótima escolha. O custo de vida é bem acessível e possui diversas opções de lazer gratuito, como a Pista de Skate do Itaguá, que fica junto do Monumento ao Trópico de Capricórnio, e tem o nascer e o pôr do Sol mais lindos da cidade.

Veja também: Intercâmbio em países onde inglês não é o idioma oficial. Funciona?

2. Paraty

Quando cheguei para o meu voluntariado em Paraty, pude me surpreender com a cidade!

Consegui uma oportunidade de voluntariado por lá e a estadia de 10 dias se converteu em mais de um mês. Não tinha como ser diferente! Desde as pessoas da cidade, as cores do Centro Histórico até os infinitos tons de azul daquele mar. Tudo surpreende, encanta e prende a gente a uma espécie de universo paralelo. Viajar para um intercâmbio voluntário em Paraty é uma das melhores opções para quem quer fazer um intercâmbio depois dos 40!


intercâmbio depois dos cinquenta

Não há de faltar opções de voluntariado em Paraty e lugares para conhecer! O mais legal é que a cidade é muito democrática: tem muito o que fazer em Paraty que a gente nem sabe por onde começar. Você pode visitar um bistrô badalado, mas também pode comer um prato feito bem modesto na beira do mar.

Se quer paisagem cinematográfica, é só olhar para qualquer canto! Seja nos passeios de escuna, nas trilhas pela Serra da Bocaina ou em uma caminhada despretensiosa no fim da tarde, sempre haverá um registro novo para ficar na memória.

Leia também: Intercâmbio de agência vs. Intercâmbio Independente vs. Mochilão

3. Ouro Preto

Dizem que Ouro Preto é um dos destinos preferidos dos solteiros. Ainda preciso passar por lá com calma para saber o que fez com que a cidade ganhasse esse título!

Se você chegar na cidade e descobrir que deve prolongar a estadia, contar com um intercâmbio voluntário em Ouro Preto é a melhor alternativa para não quebrar o orçamento e ainda viver experiências únicas na cidade.


mulheres viajando

Além das belezas naturais da região, como a Serra do Espinhaço e suas paisagens impressionantes, Ouro Preto é uma das principais cidades históricas de Minas Gerais. Ou seja, um museu ao ar livre, com igrejas, museus e tantos prédios tombados como Patrimônio que a gente se sente em um livro de História.

Aqui, como em todos os destinos, vale a dica de se aproximar dos locais para ter as melhores informações sobre os atrativos da cidade. Como Ouro Preto respira história e cultura, a cada esquina você pode ter uma boa surpresa!

4. Florianópolis

Um pedacinho de terra destacado no mar, que tem tantas opções de turismo, lazer e cultura que fazem a gente não querer mais voltar para casa. A badalada cidade de Florianópolis também é uma ótima opção para fazer um intercâmbio depois dos 40.

E não são apenas imagens icônicas como a ponte Hercílio Luz ou a Lagoa da Conceição que ficam na memória de quem segue as dicas dos moradores para desbravar a Ilha da Magia.

Os parques e trilhas, porém, são um presente a mais para esta maravilha de lugar. O Parque Estadual do Rio Vermelho, por exemplo, faz um incrível trabalho de conscientização ecológica, com cuidados de animais silvestres.

Veja mais: Faça intercâmbio de 1 mês em startups pelo mundo e Aprendendo inglês e espanhol no meu intercâmbio em Miami com a Worldpackers


viajar sozinha

Visite Florianópolis como voluntário e aproveite para conhecer a Ilha da Magia como um verdadeiro morador.

5. Recife

Quando fui para o Recife, desci do avião com chuva. Pensei que o dia já estava perdido. Que nada! Enquanto esperava as malas na esteira, já vi o sol se abrir e sorrir para os novos visitantes. “Aqui é assim mesmo! A chuva não tem muito espaço, não”, falou o senhor que me deu uma carona até Olinda.

Mas Recife é mais que isso! A cidade é um misto de passado e presente que às vezes nos deixa confusos. Quem tem paixão pela Europa vai se sentir mais pertinho do Velho Mundo. Os canais e construções coloridas ajudam a compor o passeio pelos casarões preservados do Recife Antigo.

A praia de Boa Viagem é parada obrigatória. Se não for para um banho de mar deve ser para dançar, ou apreciar um bom forró em algum dos barzinhos da Beira Mar. 

A cultura, a história e os ritmos se fundem por toda a cidade. Do frevo ao maracatu, com muito samba, MPB e axé, o que não falta por ali é musicalidade!

Se você é fã de história como eu, precisa passear pelas ladeiras de Olinda e ver o mar lá do alto da Sé. Minha dica é procurar um voluntariado em Recife ou em Ipojuca, onde está a famosa praia de Porto de Galinhas. 

A distância entre as duas cidades é de pouco mais de 50 quilômetros e a região é magnífica, com cenários de tirar o fôlego.


intercambio depois dos 30

Você pode aproveitar as inúmeras oportunidades de voluntariado para realizar um intercâmbio depois dos 40 pelo Brasil ou até numa experiência internacional, seja para aprender inglês ou para se conhecer! Pois não importa quando, o importante é sair! Ficou interessado em fazer um intercâmbio? Continue lendo: 

Aproveite e se prepare para se jogar numa viagem de intercâmbio pelo mundo, arrume as mochilas e caia na estrada! Até breve.



Deja tu comentario aquí

Escriba aquí sus preguntas y saludos al autor









Más sobre el tema